As Crônicas da Nova República Paulista – Carga Internacional – Parte 5

Havia um som agudo e constante e uma dor grande em minha perna e clavícula esquerda. Fumaça. O capo do Maverick estava amassado e saindo fumaça, e o cheiro invadia minhas narinas, me deixando mais desperto. Então a compreensão veio inteira. Eu havia batido. Olhei em volta, mas devagar pois minha cabeça doía demais, e…

As Crônicas da Nova República Paulista – Carga Internacional – Parte 4

Voamos até Pinheirinhos, e mais de uma vez o carro perdeu totalmente o contato com o chão, devido às imperfeições da estrada tão gasta, e, chegando na cidade, não houve a mesma reverência que tivemos antes da fronteira. Eu ainda não tinha decidido se tinha feito a escolha certa. Depois de entender que a carga…

As Crônicas da Nova República Paulista – Carga Internacional – Parte 3

A estrada ali estava terrível, e o que antes da Libertação poderia ser feito em trinta minutos demorava horas. Eddie não conseguia dirigir tão rápido quanto prometera, mas ninguém conseguiria. Cruzeiro surgiu no horizonte, um amontoado de moradias simples no meio de escombros. Se Cachoeira Paulista parecia uma ruína, Cruzeiro era apenas uma sujeira no…